segunda-feira, 31 de outubro de 2011

CINEMA E CIGARRO, ASPECTOS DA REALIDADE

Diretores de cinema transportam o uso do fumo para as películas
O movimento mundial pelo banimento do fumo tem denunciado a associação espúria entre as indústrias cinematográfica e de tabaco para seguir glamourizando o tabagismo e catapultar as vendas.
Entretanto, um olhar analítico e crítico sobre diversas produções descobre nuances interessantes das visões de roteiristas e diretores sobre os papéis dos cigarros na vida real das pessoas. Jovens sob o risco da experimentação devem ser estimulados à percepção das mensagens embutidas nas obras.
Merece atenção a associação entre neglicência de equipe de saúde no cuidar de uma criança, a gestão precária dos recursos humanos sobrecarregados pelo excesso de trabalho e a dependência nicotínica. Convido-os a analisar este trecho de filme _The Confession, que foi baseado no livro FERTIG, de Sol Yurick, e dirigido por David Jones:
video
Cigarro e Neglicência Médica

Um comentário:

sarny disse...

http://noticiasimperdiveis.blogspot.com.br/ aí fala muito sobre cigarro