quarta-feira, 21 de abril de 2010

AUSTRALIANO USA DE CRIATIVIDADE PARA SUPERAR PERÍODO DE QUARENTENA POR TUBERCULOSE MULTIRESISTENTE


Rapper Van Vuuren, internado em isolamento respiratório em Hospital de Sidney, Austrália, por portar a bactéria multiresistente à antibióticos, aproveita o tempo para criar e divulgar hits sobre esta sua experiência. Eles estão bombando na internet.


A tuberculose é uma doença infectocontagiosa causada por uma bactéria descoberta em 1882, pelo médico e pesquisador alemão Robert Koch, daí ser chamada de 'Bacilo de Koch', ou simplesmente, de 'BK'. Tal descoberta, de tão importante que foi para a saúde pública mundial, rendeu-lhe o Prêmio Nobel de Medicina de 1905.

Pesquisas recentes detectaram sinais da presença da bactéria ainda no antecessor de nossa espécie, no Homo erectus, portanto, há mais de 500 mil anos. No entanto, os fármacos que começaram a combater efetivamente a moléstia só surgiram no final da década de 40 e início da de 50 do século XX.

O tratamento regular cura até 100% dos casos de tuberculose. Entretanto, quando este é mal gerenciado, i.e., quando permite-se a irregularidade na tomada dos medicamentos ou o abandono dos mesmos antes do tempo preconizado (mínimo de 6 meses), dá-se uma mutação nas bactérias, que passam então a resistir à ação dos antibióticos. Dizemos que a doença torna-se resistente e, quando a mais de uma droga, multiresistente.

A tuberculose passa de uma pessoa para outra por via aérea, que dizer, pela tosse, espirros ou fala. Esta transmissão aérea é um fator dificultador do controle da doença, por tornar muito fácil a infecção. Daí, termos um terço dos habitantes do planeta infectados pelo BK.

Diversos fatores podem contribuir para que um indivíduo infectado pelo BK comece a desenvolver a doença tuberculose: aids, alcoolismo, câncer, depressão psíquica, desnutrição, diabetes, quimioterapia para câncer, stress, tabagismo e uso prolongado de cortisona, são alguns destes.

Os pacientes com bactérias multiresistentes, enquanto as estão transmitindo, devem ficar isolados da comunidade, até que as medicações as consigam controlar, interrompendo a sua cadeia de transmissão, o que pode levar meses.

Esta experiência, a de ser isolado do convívio das pessoas para tratar de uma infecção deste tipo pode levar os pacientes a diversas alterações de humor e comportamento, desde a ansiedade à depressão profunda. O rapper australiano Van Vuuren, sob quarentena num hospital australiano, desenvolveu uma forma pessoal de combater o strees a que está submetido por esta internação compulsória. Compõe e publica raps sobre a sua vivência intrahospitalar, raps estes que tornaram-se grandes hits na rede internacional de computadores.
-
video

Rap da Quarentena daTuberculose Multiresistente

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera a Tuberculose Multiresistente um gravíssimo problema de saúde pública. Esta situação pode, se não tratada com eficiência, nos remeter à fase pré-antibiótica da medicina, quando a doença era chamada de Peste Branca. 'Peste', por dizimar milhões de pessoas e, 'branca', por gerar palidez cutânea, devido à anemia que provocava.

O rapper Christiaan Van Vuuren, que é consultor de marketing e estava numa reunião de trabalho quando tossiu e cuspiu sangue, já foi contatado pela OMS para trabalhar com o seu talento pelo controle da doença, explicando como são os seus principais sintomas.

Nenhum comentário: